Areco Sistemas Empresariais

Entenda a importância do Fluxo de Caixa
[:pb]

O Fluxo de Caixa é a quantidade de dinheiro que entra em uma empresa e a quantidade de dinheiro que sai. A entrada do Fluxo de Caixa é a força vital do negócio e vem de fontes como, pagamentos de clientes, recebimento de um empréstimo, infusão monetária de um investidor, juros sobre economias ou investimentos, que mais tarde se tornam pagamentos para funcionários, despesas com estoque ou matéria-prima, aluguel e outras despesas operacionais.

Naturalmente, o Fluxo de Caixa positivo é preferido, pois significa que seu negócio está funcionando bem. Um Fluxo de Caixa positivo alto é ainda melhor e permitirá que você faça novos investimentos (contratar funcionários, abrir outro local) e expandir ainda mais o seu negócio, mas também existe o Fluxo de Caixa negativo: mais dinheiro sendo pago do que entrando.

Por que uma previsão de Fluxo de Caixa é importante?

Se o Fluxo de Caixa for negativo, pode ser um importante sinal de alerta. Não levará muitas semanas ou meses sem ter dinheiro suficiente para que uma empresa venha a declarar falência, portanto, a gestão do Fluxo de Caixa é vital e, para isso, as empresas precisam de uma previsão confiável. Todos os meses, há contas regulares a pagar, salários e aluguéis são importantes e estarão entre os valores mais elevados. Fornecedores e matérias-primas também podem representar despesas elevadas. Além disso, sempre haverá gastos com despesas não planejadas. Por isso é tão importante ter a previsão do Fluxo de Caixa. A previsão do Fluxo de Caixa permite a avaliação real, pois você pode ter notado muita procura recentemente ou conquistado novos clientes. Em teoria, as perspectivas são boas, mas você não pode pagar contas com dinheiro teórico. Ele precisa estar realmente na sua conta bancária para ser gasto. Se você não tiver quando precisar, as despesas podem facilmente atrapalhar as entradas. É aqui que entra o planejamento do Fluxo de Caixa e a previsão do Fluxo de Caixa. É sobre ter certeza do que precisa ser pago, quando há dinheiro entrando e se há um déficit chegando.

Para que serve, como se faz e o que analisar através do Fluxo de Caixa:

O Principal objetivo dessa ferramenta é ajudar na tomada de decisões e descobrir as condições financeiras do negócio. Entendendo como estará o seu caixa no futuro, você poderá decidir por fazer ou não investimentos no presente. Com o Fluxo de Caixa, é possível também elaborar a estrutura gerencial de resultados, analisar a sensibilidade, calcular o retorno sobre os investimentos e a lucratividade. Para isto, você ira precisar registrar todas as movimentações financeiras da empresa, desde as pequenas compras e pagamentos até a entrada de grandes quantias. Somente com essas informações bem organizadas é possível detectar desperdícios e possibilidades de cortes, além de saber qual é a principal fonte de custos da empresa, que podem ser, por exemplo: água e luz, pagamento de funcionários, de juros com contas atrasadas, despesas com matéria-prima, serviços, entre outras. Além disso, o planejamento e o controle do estoque são fundamentais. Ao investir em um estoque além do necessário, perde-se a chance de abraçar outras oportunidades. Por isso, defina um estoque de segurança ou estoque mínimo ideal para a sua empresa. Estabeleça uma rotina para acompanhamento. Esteja atento às mudanças no padrão de gastos da empresa, elas podem ser um bom indicativo de falhas na movimentação financeira. Outro fator que merece cuidado são as vendas a prazo, principalmente quando o nível de inadimplência é alto.

Conte com um Sistema de Gestão

Lançar cada nota em um diário ou em uma planilha de Excel para montar o seu Fluxo de Caixa pode não ser a maneira mais fácil de gerir sua empresa. O sistema Areco ERP facilita na hora de analisar a saúde financeira do seu negócio. Com ele, você tem o controle total da empresa e do Fluxo de Caixa consolidado, em tempo real, com acesso instantâneo aos dados de compras, vendas, recebimento de materiais, faturamento, contas a pagar e a receber, tesouraria e previsões, o que torna eficaz a gestão da sua empresa e apoia os processos de tomada de decisão. E você, como faz o fluxo de caixa da sua empresa? Já conta com o auxílio de um bom e seguro sistema ERP? [inbound_forms id=”3677″ name=”Campanha integrada de marca – Fase 1″][:en]

Cash flow is one of the instruments used in financial management and through it is possible to design all the inputs and outputs of resources of a company, revealing the cash balance in the projected period or registration. But how do you know what your cash flow? For this, we need to be aware of registration issues, inventory and working capital. Follow.

What is, how to do and what to analyze through the Cash Flow

The main objective of this tool is to help in making decisions and finding the financial terms of the deal. Understanding How is your cash in the future, you can decide to do or not investment in this. With the cash flow, you can also prepare the management structure results, analyze the sensitivity, calculate the return on investment, profitability and the balance of the company.

First, you will need to record all financial transactions of the company, from small purchases and payments to the entrance of large amounts. Only with these well-organized information it is possible to detect waste and possibilities of cuts, in addition to knowing which is the main source of the company’s costs, which can be, for example: water and electricity, paying employees, interest on overdue accounts, expenses with raw materials, services, among others.

In addition, planning and inventory control are fundamental. By investing in a stock beyond what is necessary, you lose the chance to embrace other opportunities. So, set a safety stock or minimum ideal stock for your company.

Establish a routine to follow. Be alert to changes in the company’s spending pattern, they can be a good indication of failures in financial transactions. Another factor that deserves attention are credit sales, especially when the level of default is high.

The assessment of working capital is also extremely important. If the return on sales is not expected, it may be time to think about whether the terms of payment, as the term being profitable for the company. If not, you may need to raise rates for customers who wish to pay in time. Another way to improve your working capital is asking for more time to their suppliers.

Enlist a Management System

Launch each note in a journal or in an Excel worksheet to build your cash flow may not be the easiest way to manage your business. The system Areco ERP makes it easy to analyze the financial health of your business. With it, you have total control of the company and the consolidated cash flow in real time, with instant access to purchasing data, sales, receipt of material, invoicing, accounts payable and receivable, cash and forecasts, which makes effective management of your company and supports the decision-making processes.

And you, as does the cash flow of your business? Already has the help of a good and safe ERP system? Tell to us for comment.   [:es]

El flujo de caja es uno de los instrumentos utilizados en la gestión financiera ya través de ella es posible diseñar todas las entradas y salidas de recursos de una empresa, que revela el saldo de caja en el período de registro o proyectada. Pero, ¿cómo saber cuál es su flujo de caja? Para ello, tenemos que ser conscientes de los problemas de registro, inventario y capital de trabajo. Siga.

¿Qué es, cómo hacerlo y qué analizar a través del Flujo de Caja

El objetivo principal de esta herramienta es ayudar en la toma de decisiones y la búsqueda de los términos financieros del acuerdo. La comprensión de cómo es su dinero en efectivo en el futuro, puede decidir hacer o no la inversión en este. Con el flujo de caja, también se puede preparar a los resultados de la estructura de gestión, análisis de la sensibilidad, calcular el retorno de la inversión, la rentabilidad y el balance de la empresa.

En primer lugar, tendrá que registrar todas las transacciones financieras de la empresa, desde pequeñas compras y pagos a la entrada de grandes cantidades. Sólo con esta información bien organizada que es posible detectar los residuos y las posibilidades de cortes, además de saber que es la principal fuente de costos de la empresa, que pueden ser, por ejemplo: el agua y la electricidad, los empleados que pagan, los intereses sobre las cuentas vencidas, los gastos con materias primas, servicios, entre otros.

Además, la planificación y control de inventario son fundamentales. Al invertir en una población más allá de lo necesario, se pierde la oportunidad de abrazar a otras oportunidades. Por lo tanto, establecer un inventario de seguridad social o ideales mínimo para su empresa.

Establecer una rutina a seguir. Esté alerta a los cambios de hábitos de consumo de la compañía, que puede ser un buen indicador de fallos en las transacciones financieras. Otro factor que merece atención son las ventas a crédito, especialmente cuando el nivel de incumplimiento es alto.

La evaluación del capital de trabajo también es extremadamente importante. Si no se espera que el rendimiento de las ventas, puede ser el momento de pensar si las condiciones de pago, como el término de ser rentable para la empresa. Si no es así, puede que tenga que subir las tasas para los clientes que deseen pagar en el tiempo. Otra manera de mejorar su capital de trabajo está pidiendo más tiempo para sus proveedores.

Contar con un Sistema de Gestión

Lanzar cada nota en un diario o en una hoja de cálculo de Excel para construir su flujo de efectivo puede no ser la forma más fácil de gestionar su negocio. El sistema ERP href=”http://areco.com.br/erp/”> hace que sea fácil de analizar la salud financiera de su empresa. Con él, usted tiene el control total de la empresa y el flujo de efectivo consolidado en tiempo real, con acceso instantáneo a los datos de compras, ventas, recepción de material, facturación, cuentas por pagar y por cobrar, dinero en efectivo y las previsiones, que hace que la gestión eficaz de su empresa y apoya los procesos de toma de decisiones.

Y, al igual que el flujo de caja de su negocio? Ya cuenta con la ayuda de un sistema ERP buena y segura? Dile a nosotros para hacer comentarios.  [:pt]O fluxo de caixa é um dos instrumentos utilizados na gestão financeira e através dele é possível projetar todas as entradas e saídas de recursos de uma empresa, revelando o saldo de caixa no período projetado ou no do registro. Mas como saber qual é o seu fluxo de caixa? Para isso, é preciso ficar atento a questões de registro, estoque e capital de giro. Acompanhe.

Para que serve, como se faz e o que analisar através do Fluxo de Caixa

O Principal objetivo dessa ferramenta é ajudar na tomada de decisões e descobrir as condições financeiras do negócio. Entendendo como estará o seu caixa no futuro, você pode decidir por fazer ou não investimentos no presente. Com o fluxo de caixa, é possível também elaborar a estrutura gerencial de resultados, analisar a sensibilidade, calcular o retorno sobre os investimentos, a lucratividade e o ponto de equilíbrio da empresa. Primeiramente, você vai precisar registrar todas as movimentações financeiras da empresa, desde as pequenas compras e pagamentos até a entrada de grandes quantias. Somente com essas informações bem organizadas é possível detectar desperdícios e possibilidades de cortes, além de saber qual é a principal fonte de custos da empresa, que podem ser, por exemplo: água e luz, pagamento de funcionários, de juros com contas atrasadas, despesas com matéria prima, serviços, entre outras. Além disso, o planejamento e controle do estoque são fundamentais. Ao investir em um estoque além do necessário, perde-se a chance de abraçar outras oportunidades. Por isso, defina um estoque de segurança ou estoque mínimo ideal para a sua empresa. Estabeleça uma rotina para acompanhamento. Esteja atento às mudanças no padrão de gastos da empresa, elas podem ser um bom indicativo de falhas na movimentação financeira. Outro fator que merece cuidado são as vendas a prazo, principalmente quando o nível de inadimplência é alto. A avaliação do capital de giro também é extremamente importante. Se o retorno das vendas não é o esperado, pode ser a hora de pensar se as condições de pagamento, como a prazo, estão sendo lucrativas para a empresa. Se não, pode ser necessário aumentar os juros para clientes que desejarem pagar a prazo. Outra forma de melhorar o seu capital de giro é pedir mais prazo aos seus fornecedores.

Conte com um Sistema de Gestão

Lançar cada nota em um diário ou em uma planilha de Excel para montar o seu fluxo de caixa pode não ser a maneira mais fácil de gerir sua empresa. O sistema 
Areco ERP facilita na hora de analisar a saúde financeira do seu negócio. Com ele, você tem o controle total da empresa e do fluxo de caixa consolidado, em tempo real, com acesso instantâneo aos dados de compras, vendas, recebimento de materiais, faturamento, contas a pagar e a receber, tesouraria e previsões, o que torna eficaz a gestão da sua empresa e apoia os processos de tomada de decisão. E você, como faz o fluxo de caixa da sua empresa? Já conta com o auxílio de um bom e seguro sistema ERP? Conte pra gente pelos comentários.  [:]

Write a Reply or Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *