Areco Sistemas Empresariais

Primordialmente, um balanço patrimonial é um relatório contábil que fornece uma demonstração dos ativos, passivos e patrimônio líquido de uma empresa em um momento específico. Assim, eles oferecem uma visão geral do que sua empresa possui e o que deve, além do valor investido por seus proprietários, relatado em um único dia. Um balanço indica o valor de uma empresa em um determinado momento, para que você possa entender melhor sua posição financeira.

Quais itens estão em um balanço patrimonial?

Um balanço patrimonial relata os ativos, passivos e patrimônio líquido da sua empresa em um determinado momento. Os itens relatados no balanço patrimonial correspondem, por exemplo, às contas descritas no seu plano de contas. Um balanço é constituído pelos seguintes elementos:

Ativos

A seção de ativos do balanço detalha o valor da sua empresa que pode ser convertido em dinheiro, bem como listará seus ativos em ordem de liquidez; isto é, relata os ativos na ordem em que podem ser facilmente convertidos em dinheiro. Existem duas categorias principais de ativos incluídas no seu balanço:

Ativo circulante: o ativo circulante pode ser facilmente convertido em dinheiro dentro de um ano ou menos. Os ativos circulantes são ainda detalhados no balanço patrimonial nessas contas:

  • Caixa e equivalentes de caixa: esses são seus ativos mais líquidos, incluindo moeda, cheques e dinheiro armazenados nas contas correntes e de poupança da sua empresa;
  • Títulos negociáveis: investimentos que você pode vender dentro de um ano;
  • Contas a receber: dinheiro que seus clientes lhe devem pelos serviços que serão pagos no curto prazo;
  • Inventário: para empresas que vendem mercadorias, o inventário inclui produtos acabados e matérias-primas;
  • Despesas pré-pagas: itens de valor que você já pagou, como aluguel do escritório ou seguro comercial.

Ativos de longo prazo: os ativos de longo prazo não serão convertidos em dinheiro dentro de um ano. Eles podem ser divididos em:

  • Ativo fixo: inclui propriedades, edifícios, máquinas e equipamentos, como computadores;
  • Títulos de longo prazo: investimentos que não podem ser vendidos em um ano;
  • Ativos intangíveis: ativos que não são objetos físicos, como direitos autorais, contratos de franquia e patentes.

Passivos

A próxima seção do balanço lista os passivos de uma empresa. Seu passivo é o dinheiro que você deve a outras pessoas, incluindo despesas recorrentes, pagamentos de empréstimos e outras formas de dívida. Os passivos são ainda divididos em passivos circulante e de longo prazo.

  • O passivo circulante inclui aluguel, serviços públicos, impostos, pagamentos correntes para dívidas de longo prazo, pagamentos de juros e folha de pagamento.
  • Os passivos de longo prazo incluem empréstimos de longo prazo, imposto de renda diferido e passivos de fundos de pensão.

Patrimônio Líquido

O patrimônio líquido refere-se à quantidade de dinheiro gerada por uma empresa, a quantidade de dinheiro investida na empresa por seus proprietários (ou acionistas) e qualquer capital doado. No seu balanço, é calculado usando esta fórmula:

Patrimônio Líquido das Partes Interessadas = Total do Ativo – Total do Passivo

Realizando o Balanço Patrimonial

Ao criar um balanço para sua empresa, é importante entender que, como o nome sugere, seu balanço deve sempre ser equilibrado. Um balanço é dividido em duas seções, com um lado representando os ativos da sua empresa e o outro mostrando seus passivos e patrimônio líquido.

O valor total de seus ativos deve ser igual ao valor combinado de seus passivos e patrimônio. Nesse caso, diz-se que seu documento está em equilíbrio. Essa ideia é representada pela fórmula fundamental dos balanços:

Ativo = Passivo + Patrimônio Líquido

Por que um balanço patrimonial é importante?

Um balanço patrimonial é uma demonstração financeira importante que mostra a saúde financeira da sua empresa em um determinado momento. Você também pode analisar seu balanço em conjunto com suas outras demonstrações financeiras para entender melhor os relacionamentos entre diferentes contas. Um balanço é importante porque fornece as seguintes informações sobre sua empresa:

Liquidez

Ao comparar o ativo circulante da sua empresa com o passivo circulante, você obtém uma visão clara da liquidez da sua empresa ou quanto dinheiro você tem prontamente disponível. A liquidez também pode ser entendida como a medida dos recursos que uma empresa possui para quitar suas obrigações com terceiros. Para medir essa liquidez, são utilizados indicadores, como os índices de liquidez corrente, liquidez seca, liquidez imediata e liquidez geral.

Eficiência

Ao comparar sua demonstração de resultados com seu balanço, você pode medir com que eficiência sua empresa usa seus ativos. Por exemplo, você pode ter uma ideia de quão bem sua empresa é capaz de usar seus ativos para gerar receita.

Alavanca

Seu balanço patrimonial pode ajudá-lo a entender a alavancagem de sua empresa, o que indica quanto risco financeiro você enfrenta. Para julgar a alavancagem, você pode comparar as dívidas com o patrimônio listado no seu balanço.
O valor total de seus ativos deve ser igual ao valor combinado de seus passivos e patrimônio. Nesse caso, diz-se que seu documento está em equilíbrio. Essa ideia é representada pela fórmula fundamental dos balanços:

Ativo = Passivo + Patrimônio Líquido

Exemplo de Balanço Patrimonial

Este exemplo de balanço pode ajudar você a entender melhor quais informações são relatadas em um balanço, como são apresentadas e como os dois lados do balanço se equilibram.

Este exemplo de balanço pode ajudar também a entender melhor quais informações são relatadas em um balanço, como são apresentadas e como os dois lados do balanço se equilibram.

Quais são as quatro demonstrações financeiras básicas?

O balanço é um elemento de uma série de quatro demonstrações financeiras básicas que, juntas, fornecem uma visão geral do desempenho financeiro da sua empresa. Estas são as quatro demonstrações financeiras básicas e como elas são usadas para avaliar as finanças de uma empresa:

  • Demonstração de resultados: a demonstração de resultados de uma empresa, também chamada de demonstração de resultados, relata as receitas, despesas e lucros ou perdas gerados durante um período específico do relatório. É considerada a mais importante das quatro demonstrações financeiras porque mostra os lucros que uma empresa está gerando.
  • Balanço: um balanço lista os ativos, passivos e patrimônio líquido de uma empresa em um momento específico. Geralmente, é considerada a segunda demonstração financeira mais importante, pois mostra a liquidez e o valor teórico do negócio.
  • Demonstração do fluxo de caixa: a demonstração do fluxo de caixa mostra o dinheiro que entra e sai de uma empresa durante um período específico do relatório. A demonstração do fluxo de caixa é importante para credores e investidores para determinar se uma empresa tem acesso ao dinheiro necessário para quitar suas dívidas.
  • Demonstração dos lucros acumulados: A demonstração dos lucros acumulados mostra as mudanças no patrimônio líquido de uma empresa durante um período específico do relatório. A declaração é tipicamente composta de pagamentos de dividendos, venda ou recompra de ações e alterações resultantes da divulgação de lucros ou perdas.

ERP

O Areco ERP é uma solução de gestão que automatiza processos, elimina retrabalho e minimiza as chances de erro nas atividades cotidianas. Ao integrar departamentos e fornecer indicativos de desempenho geral e individualizado, o sistema confere transparência, efetividade e segurança à rotina operacional. No que se refere ao Balanço Patrimonial, o módulo Contábil do Areco ERP permite agilidade e confiabilidade no fechamento periódico e parcial do relatório, admitindo que seja usado para a elaboração de planos e a tomada estratégica de decisões.

Algumas questões como o balanço patrimonial costumam trazer dúvidas referentes a sua elaboração, sobretudo a setores que não são diretamente ligados à área contábil. Apesar da sua importância, o tema ainda é tratado sem a devida atenção, e, nesse artigo, vamos destacar a sua definição, além dos elementos que são usados para elaborar o balanço patrimonial e garantir um bom andamento dos negócios. Acompanhe.

Qual a definição de balanço patrimonial

O balanço patrimonial é o demonstrativo que tem o intuito de apresentar de maneira quantitativa e qualitativa a posição contábil, econômica e financeira de uma empresa por períodos de tempo definidos. Trata-se de uma das principais declarações financeiras de uma instituição, uma vez que integra um conjunto de relatórios que fazem parte das demonstrações contábeis da companhia.

Considerado como uma igualdade contabilística, o balanço contábil é divido em três elementos, os quais são representados por:

Ativos

Ativos são a representação dos recursos da empresa, usados para gerar fluxo de caixa, cuja representação são os bens e direitos. São inclusos nessa categoria o estoque da companhia, contas a serem recebidas, maquinário, despesas pré-pagas, terrenos e imóveis, veículos, patentes, ações e até mesmo direitos autorais que a empresa detém.

Passivo

Primordialmente, tratam-se dos recursos ligados às obrigações das instituições, a exemplo das contas a serem pagas, taxas, juros sobre empréstimos, hipotecas, entre outras despesas contratuais.

Patrimônio líquido

O patrimônio líquido é o resultado do montante referente aos ativos (relacionados aos lucros e investimentos, geralmente positivo) e dos Passivos (relacionados aos pagamentos e dividas, geralmente negativo). Em outras palavras, é o capital que a companhia efetivamente possui em caixa.

A função do balanço patrimonial

Basicamente, o balanço patrimonial é uma ferramenta para avaliar a situação contábil e financeira da companhia, uma vez que considera não só o caixa, mas também as propriedades, dívidas e pagamentos a serem recebidos. Apesar da importância do fluxo de caixa, este é somente uma parte dos recursos que a empresa dispõe. O balanço patrimonial, por sua vez, proporciona uma visão ampla e completa para análises de resultados do empreendimento.

Nesse contexto, entra o fluxo de caixa, cuja demonstração mensal deve ser incluída no balanço patrimonial, com as entradas e saídas de dinheiro em períodos pré-definidos. Diferentemente do Balanço Patrimonial, uma variável estática, o fluxo de caixa é dinâmico, com valores alterados conforme o desempenho do negócio.

É obrigatório?

Sim, o balanço patrimonial é obrigatório para qualquer tipo de empresa no Brasil, com exceção dos Micro Empreendedores Individuais – MEI. Ele deve ser feito pelo menos uma vez no ano e os balancetes mensalmente. Além disso, é preciso contar com os serviços de um contador com CRC válido para auxiliar na comprovação das informações do balanço.

Conte com um suporte para o balanço patrimonial

Assim, como vimos, o intuito do Balanço Patrimonial é identificar o resultado econômico da empresa, para assim, enxergar como está seu andamento durante determinados períodos. O Sistema ERP da Areco trata de todo o processamento contábil e gera inclusive o Balanço, sem requerer qualquer digitação dos dados oriundos das operações já integradas no ERP; Faturamento, Entradas de Notas, Contas a Pagar, Contas a Receber, Tesouraria, Folha de Pagamento, Ativo Fixo, Controle dos Estoques e afins.

Gostou do artigo? Então conheça a solução Areco ERP, e descubra como a tecnologia pode reunir informações para o seu negócio crescer.

Write a Reply or Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *